Leitura

Estrutura Única para o MP

Você que trabalha em Promotoria de Justiça, já enfrentou alguma dessas situações?

  • Procurou um arquivo no computador e não o encontrou;
  • Encontrou um arquivo numa pasta cujo nome era de outro assunto, sem relação alguma;
  • Deparou-se com pasta nova, com nome pouco sugestivo, criada sabe-se lá por quem;
  • Mudou de Promotoria de Justiça e levou semanas para aprender onde cada arquivo se encontrava;
  • Cada computador da Promotoria de Justiça com nomes de pastas e respectivos conteúdos diferentes dos demais.

Todas essas situações são comuns, acontecem de verdade e, como consequência, há desperdício de tempo, perda da qualidade e produtividade, além de estresse.

Pensando em solucionar esses e outros problemas, o NUGOJ desenvolveu o SOG-PJ – Sistema de Organização de Gabinete/Promotoria de Justiça. O SOG-PJ é um conjunto de metodologias, ferramentas e padrões aplicáveis às Promotorias de Justiça que auxilia estes órgãos a atingirem um patamar de excelência na organização e controle da execução do trabalho diário, aumentando significativamente a eficiência.

O primeiro módulo deste sistema é a “Estrutura de Pastas Digitais”. Trata-se de um padrão estruturado e hierarquizado de nomeação e organização das pastas digitais que pode ser aplicado nacionalmente. Entre os benefícios do seu uso, destacam-se:

  • Nomes de pastas intuitivos: encontrar pastas e arquivos agora é fácil, mesmo que não esteja habituado com a estrutura de pastas;
  • Navegação amigável: a pasta que procura está a poucos cliques da pasta raiz;
  • Otimizado para utilização em rede de computadores e compartilhamento entre usuários;
  • Inclui pastas obrigatórias, de acordo com as normas de cada Ministério Público Estadual;
  • Padroniza e unifica o trabalho de qualquer Promotoria de Justiça, independentemente das atribuições e do estado do Ministério Público.

Na prática, ao considerar um padrão nacional, membros e outros colaboradores do Ministério Público encontrarão exatamente a mesma estrutura de pastas em qualquer Promotoria de Justiça que porventura venham a trabalhar. Em outras palavras, permite a estes profissionais se adaptarem imediatamente a qualquer Promotoria de Justiça, seja por novos concursos públicos, promoções, remoções e outros tipos de transferências ou mesmo colaborações temporárias como substituições e operações de força-tarefa.

Na elaboração dessa estrutura de pastas, o NUGOJ analisou os atos normativos de 27 Ministérios Públicos (26 estados e o do Distrito Federal e Territórios), a taxonomia das tabelas unificadas do CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público) e, na fase de testes, contou com a colaboração de membros do Ministério Público e outros colaboradores dos Ministérios Públicos dos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e Santa Catarina.

Obviamente o NUGOJ não espera ter esgotado este tema, pelo contrário, é apenas o primeiro passo para uma discussão técnica ainda maior. A proposta é que, partir desta primeira versão, surjam apontamentos para melhorar a estrutura e documentação, sejam eles com a indicação de atos normativos que não foram inicialmente considerados ou de sugestões a partir do trabalho diário nas Promotorias de Justiça.

Você pode baixar o arquivo compactado (ZIP) com a estrutura de pastas clicando aqui.

Caso queira apenas conhecer a estrutura de pastas, antes de baixá-la integralmente, você pode clicar e baixar/ler o documento SOG-PJ_EstruturaPastas_v01-01.pdf. Este documento descreve a estrutura de pastas, indicando o conteúdo a ser armazenado em cada pasta e faz referência às pastas obrigatórias, de acordo com os atos normativos dos Ministérios Públicos de cada estado. Este documento também se encontra no caminho 21_Gestao/02_Padroes/02_Documentos da estrutura de pastas.

Na elaboração deste padrão, o Prof. Renan Couto, a Dra. Vanessa Evangelista e a Dra. Ana Cecília Gouvêa agradecem a fundamental participação de Shirley de Oliveira (Promotora de Justiça/MPMG), Paula Campanário (Promotora de Justiça /MPRJ), Pedro Alvim (Promotor de Justiça/MPMG), Bárbara Heise (Promotora de Justiça/MPSC), Jonas Coelho (Oficial/MPMG), Rogéria Ciccarini (Oficial/MPMG).

NUGOJ – 15/08/2019
Imagens: NUGOJ/SOG-PJ

Gestão da Produção no Ministério Público e o Pensamento Lean

O Pensamento Lean ou Sistema Toyota de Produção revolucionou a indústria japonesa após a Segunda Guerra Mundial e agora é disponibilizado para o Ministério Público.

Após a Constituição de 1988 e com o crescente acesso à informação pela sociedade, as demandas do Ministério Público não param de crescer. Em contrapartida, há escassez de recursos para investimentos na infraestrutura ou para a contratação de servidores e membros do Ministério Público. Como nivelar essa desproporcional equação?

A solução é – aproveitando a estrutura e quadro de pessoal existentes – implementar ferramentas e métodos de gestão, já aplicáveis na iniciativa privada, ao trabalho das Promotorias de Justiça e demais órgãos do Ministério Público.

capa_sombra_trpO livro apresenta conceitos, ferramentas e práticas do Pensamento Lean, filosofia de gestão, originalmente chamada de “Sistema Toyota de Produção”, que tornou a indústria japonesa, sobretudo as montadoras de automóveis, referências em qualidade e eficiência. Gestão da Produção no Ministério Público e o Pensamento Lean ainda traz para os órgãos ministeriais temas como planejamento, gerenciamento de projetos, gerenciamento de processos de negócio (BPM), gestão de pessoas, organização de materiais e infraestrutura, dentre outros, oferecendo ao leitor exemplos, casos e ambientações específicas para o Ministério Público.

A obra se destina a quem trabalha na Administração Superior dos Ministérios Públicos e aos membros e servidores que estão em contato direto com a sociedade, buscando cumprir com eficácia, eficiência e efetividade suas funções.

Autores: Renan E. Couto, Ana Cecília J. A. Gouvêa, Vanessa M. A. Evangelista
Editora: Frontiq
Ano: 2018
ISBN: 978-85-54392-00-0

ADQUIRA NA AMAZON

Ao citar esta obra, utilize a seguinte referência (segundo NBR 6023:2002): COUTO, Renan Evangelista; GOUVÊA, Ana Cecília Junqueira  & EVANGELISTA, Vanessa Maia de Amorim. Gestão da Produção no Ministério Público e o Pensamento Lean. Manhumirim: Frontiq, 2018.

Gestão de Promotorias de Justiça e seus Processos de Negócio

A visão por processos de negócio pode mudar o rumo dos trabalhos de uma Promotoria de Justiça. Para melhor!

No esforço diário em uma Promotoria de Justiça, equipamentos, pessoas, materiais, conhecimento e atividades precisam ser gerenciadas de modo que o trabalho seja realizado com eficiência e a sociedade – cliente maior dos serviços públicos – perceba seus efeitos.

img_livro2O livro Gestão de Promotorias de Justiça e seus Processos de Negócio apresenta uma visão moderna e necessária sobre a gestão de Promotorias de Justiça, trazendo ao profissional que trabalha com Promotorias de Justiça, conceitos e ferramentas que direcionam à excelência destes órgãos. Para o leitor menos familiarizado aos jargões técnicos do “mundo da gestão”, cada capítulo oferece, em uma história incremental e descontraída, a oportunidade de enxergar, na prática, o que foi lido.

Autores: Ana Cecília J. A. Gouvêa, Renan E. Couto, Vanessa M. A. Evangelista
Editora: Procuradoria-Geral de Justiça (MPMG)
Ano: 2012
ISBN: 978-85-61532-07-9

BAIXE
GRATUITAMENTE

Ao citar esta obra, utilize a seguinte referência (segundo NBR 6023:2002): GOUVÊA, Ana Cecília Junqueira; COUTO, Renan Evangelista & EVANGELISTA, Vanessa Maia de Amorim. Gestão de Promotorias de Justiça e seus Processos de Negócio. Belo Horizonte: Procuradoria-Geral de Justiça (MPMG), 2012.

Dra. Vanessa Evangelista entrevistada pela CG-MPMG

A edição 19/2019 do “CGMG Informa”, periódico da Corregedoria-Geral do Ministério Público do Estado de Minas Gerais, entrevistou a Dra. Vanessa Evangelista, Promotora de Justiça e membro do NUGOJ. Dentre outros assuntos, a implementação do processo de negócio “Atender ao Público”, por ela desenvolvido, merece destaque.

O atendimento à população é uma das portas de entrada das demandas do Ministério Público. Sistematizar e organizar esse fundamental contato com a sociedade permite agilizar os procedimentos internos e oferecer soluções em menor prazo e com maior qualidade.

Devido ao alto volume de atendimentos, à grande variabilidade dos assuntos levados e aos inúmeros caminhos que podem seguir, esta é uma atividade considerada crítica por todos aqueles que trabalham nas Promotorias de Justiça.

O mapeamento deste processo de negócio (também chamado de processo de trabalho ou rotina administrativa), com pequenas ou mesmo nenhuma adequação, pode ser aplicado a qualquer Promotoria de Justiça, de qualquer Estado.

A íntegra da entrevista (edição 19/2019) pode ser acessada pela página do CGMG Informa ou baixada clicando aqui.

NUGOJ – 20/10/2019


Entre em contato e compartilhe suas experiências sobre gestão de Promotorias de Justiça e de outras operações jurídicas. Siga o NUGOJ nas redes sociais e fique por dentro das ferramentas, conceitos e casos de gestão aplicados às atividades-fim das Promotorias de Justiça.
Instagram: @nugoj
Facebook: NUGOJ

Cacoal Lean

Desta vez foi a cidade de Cacoal, em Rondônia, que recebeu no dia 04/10/2019 o curso “Gestão da Produção em Promotorias de Justiça e o Pensamento Lean”. Na turma, Promotores de Justiça aprovados no último concurso, Promotores de Justiça Coordenadores das Promotorias de Justiça de diversas comarcas do estado, além de membros da Administração Superior.

O curso integrou o evento “Governança e Gestão de Promotorias de Justiça: Liderança e Pensamento Lean” e foi organizado pela Escola Superior do Ministério Público do Estado de Rondônia.

20191004_CursoMPRO-2

O Ministério Público do Estado de Rondônia se destaca pela adoção de ferramentas de gestão, investimento em infraestrutura e uso da tecnologia com foco na atividade-fim. No curso, o professor Renan Couto e a Promotora de Justiça Vanessa Evangelista, do NUGOJ, consideraram o Kanban – a sinalização visual do Pensamento Lean – como prática essencial para conferir agilidade ao trabalho já realizado.

Também foram apresentadas características das equipes vencedoras, permeadas por exemplos reais de aplicação às Promotorias de Justiça.

Os canais do NUGOJ foram colocados à disposição dos alunos e do MPRO para troca de experiências e ideias, compartilhando conhecimento e ajudando outros Ministérios Públicos e Promotores de Justiça.

YP

Siga o NUGOJ nas redes sociais e fique por dentro das ferramentas, conceitos e casos de gestão aplicados às atividades-fim das Promotorias de Justiça.

NUGOJ – 09/10/2019

ADQUIRA O LIVRO “GESTÃO DA PRODUÇÃO…”

Gestão da Produção em Fortaleza (CE)

No dia 05/abr, a convite da Escola Superior do Ministério Público do Estado do Ceará, a Promotora de Justiça Vanessa Evangelista e o Professor Renan Couto, ambos do NUGOJ, ministraram o curso “Gestão da Produção em Promotorias de Justiça”, na capital Fortaleza.

Banner Plataforma

A turma, composta por membros do Ministério Público e servidores ligados à Administração Superior participou ativamente das exposições, debates e atividades práticas.

Merecem destaque as oportunas ponderações dos alunos a respeito do sistema eletrônico de controle de autos judicias que o Ministério Público do Estado do Ceará vem implementando. Na ampla troca de informações, foi possível concluir que qualquer sistema informacional deve se adequar aos melhores métodos de trabalho e normas existentes e não o contrário, onde as atividades executadas pelos colaboradores das Promotorias de Justiça ficam dependentes dos sistemas.

IMG-20190406-WA0026

Durante todo o dia foi destacada a importância da padronização – um dos alicerces do pensamento lean – incluindo a nomeação de arquivos, pastas, escaninhos e dos processos de negócio. Diversos membros do Ministério Público relataram a necessidade urgente de dar andamento à quantidade de autos judiciais e procedimentos extrajudiciais das Promotorias de Justiça que trabalham e tanto a Dra. Vanessa quanto o Professor Couto ficaram felizes em saber que o curso poderá auxiliar neste desafio.

O curso, baseado no livro “Gestão da Produção no Ministério Público e o Pensamento Lean”, apresentou conceitos, ferramentas e experiências de gestão da produção, processos de negócio e pensamento lean, sobretudo como eliminar desperdícios na execução dos trabalhos diários nas Promotorias de Justiça, relacionados ao tempo e uso dos recursos.

NUGOJ – 09/04/2019
Imagens: NUGOJ/Divulgação e ESMP/MPCE

ADQUIRA O LIVRO “GESTÃO DA PRODUÇÃO…”

O que tem nesse livro?

O recém lançado livro Gestão da Produção no Ministério Público e o Pensamento Lean, dos autores e membros do NUGOJ Renan Couto, Ana Cecília Gouvêa e Vanessa Evangelista, traz para o leitor interessado no aumento da eficiência do Ministério Público temas e abordagens originadas nas fábricas japonesas de automóveis.

Planejamento, produtividade, gestão de pessoas, organização de materiais, gerenciamento de projetos e eliminação de desperdícios são alguns dos temas abordados.

É um livro de Administração da Produção voltado para a indústria de serviços, sobretudo os públicos e que operam o Direito, como o Ministério Público e, ao mesmo tempo, um livro sobre o trabalho no Ministério Público e como ele se conecta com conceitos e técnicas da Administração da Produção.

Eis o sumário do livro:

Capítulo 1 – Sistemas de Produção

As Organizações

Função Produção

Sistema de Produção das Promotorias de Justiça

Clientes das Promotorias de Justiça

Produtividade nas Organizações

Produtividade nas Promotorias de Justiça

Evolução do Trabalho nas Promotorias de Justiça

Eficiência e Eficácia Não Bastam

Capítulo 2 – Pensamento Lean

Do Japão para o Mundo

Lean nas Promotorias de Justiça

Desperdícios nas Promotorias de Justiça

5S’s

Poka-Yoke

Troca Rápida de Ferramenta (TRF)

Controle Visual

Padronização de Processos

Colaboradores Flexíveis

Heijunka

Capítulo 3 – Recursos do Sistema Produtivo

Introdução

Recursos Humanos

As Pessoas no Trabalho

Desafios na Gestão de Pessoas

Mudando o Foco: Tirar o Olho do Esforço e Concentrar no Resultado

Equipes de Trabalho

Compartilhando o Conhecimento

Alinhando a Equipe

Infraestrutura

Ambiente Físico

Saúde Ocupacional

Temperatura e Ventilação

Iluminação

Ruído

Ergonomia

Armazenagem de Materiais e Informações

Armazéns Físicos e Digitais em Sintonia: o Kanban das Promotorias de Justiça

Classificação e Codificação

Como Não Nomear um Arquivo

Sugestão de Nome de Arquivo

Equipamentos

Materiais

Gestão Logística

Tipos de Materiais

Transportes

Manutenção de Estoques

Suprimentos

Organização de Autos Judiciais e de Procedimentos Extrajudiciais

Organização de Estantes e Escaninhos

Padronização de Arquivos Digitais

Organização de Arquivos Digitais

Gestão na Prática – Modelos de Documentos para Otimização dos  Recursos

Os Colaboradores e suas Funções

Cada Coisa em seu Lugar: Padronização e Uniformização de Nomes e do Trabalho

As Merecidas Férias: Pode Descansar que o Trabalho Continua

Redigir sem Escrever: o Milagre da Peça Modular & Interativa

Capítulo 4 – Processo de Transformação & Saídas do Sistema Produtivo

Introdução

Projetos

Processos de Negócio

Modelagem de Processos de Negócio

Esqueçam os Fluxogramas

Um Caminho Natural

Notação de Processos – BPMN

Mapeamento de Processo de Negócio em uma Promotoria de Justiça (com e sem diagrama)

Receber Documentos (com diagrama)

Receber Documentos (sem diagrama)

Análise do Processo de Negócio

Qualidade das Saídas das Promotorias de Justiça

Capítulo 5 – Do Planejamento Estratégico ao Planejamento Operacional

Planejamento

O Processo de Planejamento

Hierarquia do Planejamento

Planejamento nas Organizações

Planejamento nas Promotorias de Justiça

Planejamento para o Ministério Público

Planejamento da Demanda

Programação da Produção

Controle da Produção

Práticas de Planejamento: Técnicas & Ferramentas

Brainstorming

Matriz GUT

Objetivos SMART

Capítulo 6 – Prática Geral

Conhecendo a Promotoria de Justiça

Ação 1: Identificar os Problemas

Ação 2: Definir Objetivos

Ação 3: Buscar Soluções

Ação 4: Controle

Ação 5: Implementar Melhorias

Apêndice – História & Evolução do Trabalho

Das Necessidades da Comunidade à Colonização pelos Europeus

Comunidades Primitivas

Idade Média

Período Expansionista

Da Primeira Revolução Industrial ao Período Atual

Era Industrial

Produção em Massa

Mundo Digital

 

Interessados em qualquer um destes assuntos ou em outros correlatos podem entrar em contato para trocarmos experiências. Será um prazer!

O livro pode ser adquirido na Amazon ou, em maiores quantidades, através do nosso contato.

 

NUGOJ – 04/10/2018

Imagem: NUGOJ

Membros do NUGOJ visitam Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro

A convite do Procurador-Geral de Justiça do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, Dr. José Eduardo Ciotola Gussem, os membros do NUGOJ Dra. Vanessa Evangelista e o Professor Renan Couto visitaram a sede da instituição, no Centro da cidade do Rio de Janeiro.

Eles conheceram o “MPRJ em Mapas”, um sistema informatizado que, utilizando técnicas de Business Inteligence, Inteligência Artificial e Georreferenciamento, integra dados de diversas instituições do estado e os apresenta em mapas, gráficos e tabelas.

Segundo o Professor Couto, que é graduado em Engenharia de Telecomunicações e já trabalhou diretamente na indústria de TI (Tecnologia da Informação), “estamos diante de uma ferramenta robusta e que processa uma quantidade enorme de dados. É intuitiva e agradável de navegar (User Experience – UX), tendo inúmeras aplicações na atividade finalística do Ministério Público”.

Na apresentação do “MPRJ em Mapas” feita pelo gerente da plataforma, Daniel Belchior, foram mostrados alguns exemplos de indicadores como a localização de escolas no estado, o IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) dos municípios, a quantidade atual e mínima necessária de conselhos tutelares, dentre outros, sendo possível correlacioná-los com a atuação do Ministério Público.

A Dra. Vanessa, que é promotora de Justiça, relatou que “acompanhar visualmente e em apenas uma tela indicadores sociais, ambientais, educacionais, urbanísticos e até dos investimentos do governo, comparando-os com a incidência de crimes e outros problemas que afetam a vida da população, facilita muito o trabalho do Ministério Público”. Ainda de acordo com a Dra. Vanessa, “se os órgãos de execução estiverem organizados e com o trabalho convencional diário fluindo eficientemente, sobrará tempo e recursos para utilizar essas informações com foco nas atividades preventivas e resolutivas, revolucionando a atuação do Ministério Público e impactando positivamente a sociedade”.

Na visita, os membros do NUGOJ aproveitaram a oportunidade e presentearam o Dr. Gussem e o Dr. Bernardo Maciel Vieira – Secretário de Tecnologia da Informação e de Comunicação do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro – com o recém lançado livro “Gestão da Produção no Ministério Público e o Pensamento Lean”.

20180917b_VisitaMPRJ

A obra traz para o âmbito do Ministério Público temas como planejamento, gerenciamento de projetos, gerenciamento de processos de negócio, gestão de pessoas, organização de materiais e infraestrutura, sempre com foco no aumento da produtividade e qualidade e usando como base o pensamento lean, filosofia de gestão que ajudou o Japão a se reerguer após a Segunda Guerra Mundial e transformou suas empresas em referência para diversos setores: montadoras de automóveis, fabricação de eletroeletrônicos, telecomunicações etc.

______________________

Para conhecer melhor o “MPRJ em Mapas”, clique aqui.

Para adquirir o livro “Gestão da Produção no Ministério Público e o Pensamento Lean” clique aqui ou entre em contato com o NUGOJ.

______________________

NUGOJ – 17/09/2018

Imagens: NUGOJ/Divulgação