Há inúmeros desperdícios de recursos e tempo nas Promotorias de Justiça que impactam negativamente a percepção de valor pela sociedade, seu principal “cliente”.

Entre eles, provavelmente o mais significativo, seja manter um auto judicial ou procedimento extrajudicial aguardando análise, manifestação ou movimentação.

Apenas como expectador do dia a dia da Promotoria de Justiça, esta pasta física com documentos – imóvel e inerte – nada acrescenta ao caso concreto enquanto descansa confortavelmente em uma estante ou prateleira (às vezes não tão confortável assim!). Precisamos eliminar esta longa espera!!

Uma das bases do Pensamento Lean (Lean Thinking) é o combate aos desperdícios de qualquer natureza, sendo possível aplicá-lo às Promotorias de Justiça. Vamos transformar essa realidade?

Renan Couto – 16/05/2017